Assessoria em Desenvolvimento Sustentável

O desenvolvimento sustentável tornou-se uma realidade em 1972, na Conferência de Estocolmo onde as grandes nações passaram a perceber que os recursos naturais não são infinitos e que recursos que antes se pensavam absolutamente renováveis, como a água, na verdade tendem a desaparecer caso não sejam tomadas medidas em todos os âmbitos públicos e privados.

Em todos processos onde a São Michel atua, a sustentabilidade é um fator presente e fundamental. Não trabalhamos em parceria com empresas que não se preocupam com o futuro do planeta e das gerações que nos sucederão.

Desde pequenos até grandes projetos, a São Michel está capacitada para atuar em parceria com empresas que tenham a mesma “pegada ecológica” e que desejam deixar como legado um mundo melhor.

Pois, na prática, o que vemos é a “sustentabilidade de fachada”, o greenwashing, onde diversas empresas tentam dar um “ar” de preocupação com elementos que, nem de longe, correspondem à verdade.

O IDEC tem um ótimo artigo sobre greenwashing e recomendamos que o leiam acessando clicando aqui.

O Desenvolvimento Sustentável, antes de qualquer implantação de processo, precisa da adoção de seu conceito por cada colaborador da organização. É preciso que desde o mais humilde colaborador até o mais eminente executivo tenham a noção de nossa responsabilidade em produzir com qualidade e criando um futuro ótimo para as gerações futuras.

Os recursos naturais não são inesgotáveis como se percebe atualmente. Os recursos humanos precisam ter sensibilidade e participação efetiva em todos os processos organizacionais para obterem a sensação de pertencimento que diferencia uma organização preocupada com o presente e o futuro da humanidade de uma organização voltada ao lucro a qualquer preço.

Onde a sua organização quer chegar e qual o preço que ela está disposta a pagar para colaborar com um mundo melhor?